Bombeiros confirmam 58 mortos em Brumadinho; 305 estão desaparecidos

0
472

O Corpo de Bombeiros informou, na noite deste domingo (27), que pelo menos 58 pessoas morreram em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho (MG).

Até o momento, 192 pessoas foram resgatadas com vida, mas nenhum sobrevivente foi encontrado neste terceiro dia de buscas. Somente neste domingo, 21 corpos foram localizados. A Polícia Civil confirmou a identificação de 19 mortos (veja abaixo).

“Corri com o filho nas costas para sobreviver”, diz vizinha da barragem
Parentes aguardam no IML: “Não tenho esperança de encontrar nem o corpo”
“Exemplo de pai, filho e esposo”: as vítimas da tragédia em Brumadinho
Resgate de cachorro evidencia situação de animais no desastre
Segundo os bombeiros, 305 pessoas estão desaparecidas. O número, que antes era de 287, aumentou porque famílias procuraram as equipes que participam da operação de resgate, ao longo do dia, para cadastrar nomes de seus parentes.

Nesta noite, mais um ônibus foi encontrado soterrado pela lama em uma região próxima ao local onde ficava a área administrativa da Vale. Ainda não há informações sobre quantas pessoas estão dentro do veículo. No sábado (26), foi encontrado um ônibus com dez mortos.

“Não sabemos a quantidade de corpos no ônibus ainda, mas os trabalhos estão sendo feitos. Por conta desse fato, vamos estender as buscas neste domingo”, afirmou o tenente-coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil de Minas Gerais.

Profundidade da lama chega a 15 metros O tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, informou que os oficiais já atuam no local para abrir um caminho de acesso ao interior do ônibus. Segundo ele, há regiões onde a lama pode chegar a 15 metros de altura. “O trabalho é demorado. Não é uma questão de colocar mais gente nos locais. O serviço de escavação é específico. Temos locais com 15 metros de lama”, disse. Aihara afirmou ainda que os bombeiros estão com dificuldade para conseguir acessar a região onde ficava o refeitório da Vale. “Como ele estava logo abaixo da barragem, pela força da lama, é bem possível que ele tenha se deslocado”, afirmou. Segundo o tenente, Aihara afirmou ainda que os bombeiros estão com dificuldade para conseguir acessar a região onde ficava o refeitório da Vale. “Como ele estava logo abaixo da barragem, pela força da lama, é bem possível que ele tenha se deslocado”, afirmou. Segundo o tenente, os bombeiros também trabalham para acessar a região da Pousada Nova Estância, que foi totalmente destruída.

Apesar de destacar que os bombeiros ainda trabalham com a expectativa de encontrar sobreviventes, Aihara afirmou ser possível que, devido à dimensão da tragédia, “existe a possibilidade de alguns corpos não serem recuperados”. A partir desta segunda-feira (28), devem ser utilizados equipamentos trazidos por uma missão israelense. Segundo o governo de Minas Gerais, 136 militares israelenses irão auxiliar nos trabalhos de buscas e salvamentos das vítimas da barragem. A expectativa é que a comitiva desembarque no Aeroporto Internacional de Confins ainda esta noite…. – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/01/27/bombeiros-confirmam-58-mortos-em-brumadinho.htm?cmpid=copiaecola

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here