Clima de celebração, confraternização e muita diversão no Réveillon de Ilhéus

0
90

Foi assim que Ilhéus deu as boas-vindas ao novo ano. População e turistas marcaram presença nos 3 dias de festa e dançaram ao som de artistas que tocaram até o dia amanhecer.
No dia 29, Denny Denan, CBX Samba Club e Cheiro de Amor deram boas vindas ao publico com muito samba, axé e pagode.
No dia 30 foi a vez do Psirico e Dan Valente. A noite mais esperada foi a Festa da Virada, iniciando com o cantor Djalma Assis, das bandas Top Gan, Lincoln e Duas Medidas, Armadinho, Dodô e Osmar e Solange Almeida. O prefeito Mário Alexandre participou da animação, e na companhia dos ilheenses, prestigiou o trio baiano. Nem a chuva que caiu por alguns minutos interrompeu a festa que tomou conta do circuito.

Foi na terceira apresentação, de Lincoln e Duas Medidas, que Ilhéus ingressou 2020 em grande estilo. A multidão, já animada com os sucessos do pagode e axé baiano apresentados pela banda, acompanhou um notável espetáculo pirotécnico direto da Avenida Soares Lopes, após a contagem regressiva. O céu noturno de Ilhéus ficou iluminado com o lançamento de quatro toneladas de fogos multicoloridos durante os primeiros minutos do ano.

Presente – “É um processo de reconstrução que coloca a cidade novamente nos trilhos do desenvolvimento e do turismo. Esse é um presente, que em parceria com o Governo do Estado, entregamos para o nosso povo, não apenas para os ilheenses, mas para turistas e visitantes de diversas partes do Brasil e do mundo. Desejo a todos um ano com muita esperança, fé, saúde, prosperidade e muito trabalho”, enfatizou o Prefeito Mário Alexandre.

A participação de Armandinho, Dodô e Osmar iniciou as comemorações dos 70 anos da criação do trio elétrico e da guitarra baiana, inicialmente chamada de pau elétrico. Antes de subir ao palco, o grupo foi homenageado pelo prefeito Mário Alexandre, que presenteou os artistas com a entrega de um troféu simbólico intitulado “cacau elétrico”, criação do artista plástico ilheense, Goca Moreno. O feito expressa o reconhecimento pela trajetória de uma das bandas mais icônicas da música baiana.

Valorização da cultura – “Prezo pela história que nos representa e quero ver a Bahia lá em cima. O prefeito Mário Alexandre prestigia a nossa história e a nossa conduta. Essa homenagem é a valorização da cultura, coisa rara hoje”, enfatizou Armandinho Macêdo. No palco, Armandinho levantou o troféu e agradeceu à multidão. “Valeu, Ilhéus! Esse é um presente de vocês para Armandinho, Dodô e Osmar”.

“O prefeito Marão está de parabéns! Está mudando a cidade, principalmente em termo de cultura e educação. Estou satisfeito com a administração. Sou paraibano, mas ilheense de coração”, contou Aurisberto Batista, que aguardava o trio subir ao palco.

“Estamos curtindo bastante. A festa está ótima, com muitas atrações. O espaço é organizado, seguro e bem agradável, próximo ao mar”, contou Júlia Oliveira, de Almadina, que estava acompanhada dos amigos.

Energia até o final – Ao som de Solange Almeida, o público viu o nascer do sol da primeira quarta-feira do ano. A cantora chegou com todo entusiasmo ao circuito, que ainda estava tomado por uma multidão de fãs no início da manhã. O público fiel guardou energia e curtiu até o final da última apresentação do melhor réveillon da região.

Polícia Militar (PM), Samu192, Corpo de Bombeiros Militar, Sutram e a Guarda Civil Municipal (GCM) reforçaram o policiamento, os atendimentos de urgência e emergência e a fiscalização do trânsito no local. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) montou um stand de atendimento dentro do circuito. A realização do evento foi da Prefeitura de Ilhéus em parceria com o Governo do Estado, por meio da Bahiatursa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here