Com muita samba no pé, Cajarriê bate recorde de público e se consolida no calendários de festejos juninos de Salvador

0
85

Em sua quinta edição e há dois anos sem ser realizado por causa da pandemia, o maior movimento de Samba Junino de todos os tempos já deixou saudade. O evento aconteceu neste domingo (5) com diversos movimentos culturais populares. O Cajarriê arrastou multidão nas ruas de Cajazeiras e ao final do percurso, um pranchão (Trio/Palco) parado alegrou os mais de 15 mil foliões que vieram seguindo o trio da Rotula da Feirinha até a Pronaica.

Diversos artistas locais e nacionais animaram o folião local e muitos turistas amantes do movimento do samba Junino. Bandas como Bom Balanço, Selakuatro, Gang do Samba, Samba Comunidade, CBX Samba Club, Samba de tamanco, Conexão Negra, dentre outros, se revezaram fazendo a alegria dos presentes, em mais de 10 horas de festa.

Muito emocionado, Marquinhos Fama, presidente da APB – Associação de Pagode da Bahia, e fundador do Cajarriê, ressaltou e agradeceu ao público presente. “Gostaria de agradecer a Deus, aos artistas e músicos que fomentam esse movimento que existe há mais de 40 anos e revelou diversos artistas renomados da axé music e que levaram o nome da Bahia ao topo do cenário da música nacional. Ao público de Cajazerias e visitantes que abrilhantaram esse evento, e desfilaram durante horas sem nenhuma ocorrência. Viva o Samba Junino e Até  2023”.

O Cajarriê acontece desde o ano de 2015, e foi interrompido dois anos pela Pandemia de Covid-19. O evento é realizado pela APB (Associação de Pagode da Bahia), com apoio do comércio local, Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Salvador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here