Festival GuitarraSSA foi sucesso em sua primeira edição

0
18

Foram quatros dias em que a guitarra e a música instrumental agitaram Salvador. Em sua primeira edição o GuitarraSSA – Festival Internacional da Guitarra Elétrica realizou aulas sobre a história da guitarra baiana, masterclasses com instrumentistas internacionais e show de altíssimo nível com grandes guitarristas do Brasil e do exterior.

O nome do Festival faz uma brincadeira unindo a palavra guitarra à sigla SSA do aeroporto local e pela qual Salvador é identificada. A curadoria do projeto foi assinada por Celso de Carvalho, Mou Brasil e Jessica Kaline.

Tudo começou no dia 07 de dezembro de 2022, com aulas gratuitas sobre a História da Guitarra Baiana, com Aroldo Macedo, no Colégio Manoel Novaes, no bairro do Canela, exclusivas para professores e estudantes da rede pública de ensino.

No dia seguinte, dia 08, Eleonora Strino, guitarrista italiana muito conceituada internacionalmente, ministrou masterclass na Escola de Música da UFBA; no dia 10 foi a vez do não menos consagrado Pedro Andrea, guitarrista espanhol, que deu aula para músicos profissionais no Cine MAM – Museu de Arte Moderna da Bahia.

E foi no MAM onde aconteceram os shows. Na sexta, dia 09, a partir das 18h, subiram ao palco Mou Brasil (BA), Bernardo Ramos (RJ), Pedro Martins (DF) e Eleonora Strino (Itália). No dia 10, sábado, também a partir das 18h, foi a vez de Jessica Kaline (BA), Lari Basilio (SP), Pedro Andrea (Espanha) e Manoel Cordeiro (PA), com participação de Roberto Barreto do Baiana System (BA).

No dia 10 também aconteceu a homenagem a Osmar, Armandinho e Aroldo Macêdo, feita pelo diretor do festival, Celso de Carvalho, e com uma apresentação especial da Banda EMIM, de egressos da Escolas de Música Irmãos Macêdo, que encantou e emocionou a todos.

O Festival cumpriu com seus objetivos principais, a saber:

  • Valorizar a arte de tocar guitarra, reconhecendo e potencializando talentos musicais brasileiros;
  • Viabilizar o intercâmbio e articulação entre artistas e produtores culturais de lugares diversos;
  • Fortalecer a música popular independente;
  • Criar oportunidades de formação artística;
  • Fomentar o turismo nacional e estrangeiro na Bahia, tendo em vista a participação de artistas e músicos, nacionais e internacionais no festival;
  • Divulgar um dos principais pontos turísticos da cidade, o MAM – Solar do Unhão;
  • Posicionar Salvador no circuito mundial como um dos berços da guitarra no mundo.

Celso de Carvalho, idealizador, diretor e curador do Festival, declarou: “Estamos muito felizes e emocionados com tudo que aconteceu nesta primeira edição do GuitarraSSA. Muita gratidão a todos os artistas e profissionais envolvidos. Foi um evento lindo, conquistou o respeito da mídia e do público, e tem grande potencial para crescer ainda mais nas edições seguintes. O festival excedeu todas as nossas expectativas, e todos os objetivos foram superados com excelência. Importante agradecer a Eletrobras CHESF, nosso patrocinador, que enxergou já esse potencial do projeto quando ele ainda estava no papel. Também de extrema importância o apoio do Governo do Estado da Bahia, através da Bahiatursa, sem o qual não conseguiríamos honrar com os compromissos assumidos no projeto. O projeto contou com ampla divulgação na imprensa e redes sociais. As marcas dos patrocinadores e apoiadores estiveram presentes em todas as peças de divulgação, assim como na comunicação visual do projeto instalada no MAM, como backdrop, pórtico de entrada, tótens e, também, nas vinhetas veiculadas nos painéis de led dispostos nas laterais do palco. Esperamos que o GuitarraSSA se torne um Festival calendarizado na cidade de Salvador”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here