FESTIVAL DO UMBU MOVIMENTOU TODA CADEIA PRODUTIVA NESSE FINAL DE SEMANA

0
6

Esse final de semana aconteceu um dos eventos mais esperados da região, o XV Festival do Umbu, em Manoel Vitorino,  no Sudoeste de Bahia. O evento revelou o quanto essa fruta nativa do sertão é capaz de gerar riquezas e movimentar outros aspectos socioculturais de uma região.

Em Manoel Vitorino o umbu representa a base da economia local. A safra do produto ultrapassa 5 mil toneladas da fruta antes vendida somente in natura e sem agregar os valores hoje presentes em produtos como sucos, doces, polpas e outros derivados.

Neste ano, o Festival do Umbu de Manoel Vitorino, promovido pela prefeitura local teve apoio do Governo do Estado, através da CAR e SUFOTUR.  O Projeto conta todos os anos com a participação direta de Cooperativas de Produção e Comercialização da Fruta da região. O evento serviu não só para destacar a força econômica do umbu como também, para mostrar quantas iguarias podem ser feita a partir da fruta a exemplo dos sorvetes, picles, patês e caldas de umbu apreciadas nos estandes de amostras durante o evento.

Além dos produtos do umbu, os milhares de turistas que foram a Manoel Vitorino durante o Festival puderam apreciar grandes atrações nacionais, que ajudaram a fomentar um dos maiores eventos da região.

No sábado (20), os cantores Nem Vaqueiro, Anna Catarina, Jaldo Rodrigues e Kiko Cigano fizeram “chorar” os corações apaixonados.

E no domingo (21) a dupla Iguinho e Lulinha, o cantor Kevi Joony, além de Umbu com Leite e Turma do Cangaceiro levaram uma multiudão a praça de eventos da cidade. Sem falar nos cursos e oficinas sobre temas inerentes à força produtiva do umbu e da agricultura familiar como um todo, um setor produtivo que a partir de agora pode gerar mais riquezas e empregos para região diante da intenção do governo do Estado em construir indústrias de beneficiamento dos produtos regionais, principalmente os da cadeia produtiva do umbu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here